a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Pedro Henriques- “Voltar ...

sexta , Jan. 15 2021
44

“Poka”- “Sabemos o que ...

sexta , Jan. 15 2021
54

Nomeações de 16 a 20 de ...

sexta , Jan. 15 2021
175

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
59888

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
27830

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
22190

2.ª Div. Norte: Braga ...

quarta , Jan. 11 2017
1237

Guillem Pérez assina ...

sábado , Jun. 25 2016
1863

Carlos Silva abandona o ...

quinta , maio 12 2016
1760

janeiro Pluriform 2

imgS620I220344T20180504165707

O HC Braga parte para a 22.ª jornada do campeonato em zona de descida, a cinco pontos dos lugares de salvação, e este sábado recebe um rival direto na luta pela permanência, o Infante Sagres.
Francisco Veludo, guarda-redes dos bracarenses, admite que o jogo frente à formação portuense é muito importante e que chegou a hora da equipa conquistar os pontos necessários para tentar garantir a permanência no principal escalão do hóquei em patins nacional.
«Não é um jogo de tudo ou nada, mas é muito perto disso. Não há como contornar que perdendo ficamos numa posição delicada e vencendo poderá ser a nossa rampa de lançamento para um fim de época positivo», começou por dizer o guardião, em declarações ao zerozero.pt.
«Os resultados têm de aparecer agora no que falta jogar. Quem olhar para o nosso percurso percebe que até então vencemos três jogos apenas e duvida que seja possível vencermos estes encontros finais, mas lembro-me que nas últimas cinco partidas a equipa apresentou um nível bem diferente do resto da época. Perdemos por um golo em Barcelos, vencemos de forma clara o Paço de Arcos e frente aos três grandes tivemos prestações bem razoáveis, sendo que com o FC Porto estávamos empatados a dois minutos do fim. Vale o que vale e não dá pontos, mas é um indicador de que a equipa cresceu. A partir de agora não interessa crescer, nem vitórias morais, agora interessa terminar com mais um golo que o adversário em todos os jogos», atirou.
Ora, por isso, o HC Braga aponta à conquista dos três pontos na receção ao Infante Sagres, um adversário que Francisco Veludo garante conhecer bem.
«O Infante Sagres é uma equipa bastante unida, já fez jogos bastante interessantes fora de casa, onde a união deles foi muito importante. Tem avançados muito interessantes que nos obrigam a manter a concentração durante os 50 minutos», analisou o guarda-redes, dando a receita para o sucesso do HC Braga.
«Vai ser muito importante ter frieza nos momentos decisivos e resiliência nos momentos menos positivos nesta reta final. É impensável sonhar que vamos estar sempre em vantagem e confortáveis nestes últimos jogos, por isso vamos ter de ter uma força mental e resiliência muito grande», terminou.
Refira-se que o HC Braga é 12.º classificado com 11 pontos, a cinco da zona de permanência. Já o Infante Sagres, adversário na 22.ª jornada, ocupa a 13.ª posição com menos um ponto.

Fonte/Foto- www.zero.zero.pt