a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

HCP Grândola de regresso ...

terça , Out. 16 2018
81

Nomeações de 18 a 25 de ...

terça , Out. 16 2018
366

Espanha disposta a ...

terça , Out. 16 2018
132

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
55798

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
23738

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19046

Águias conquistam ...

sábado , Nov. 08 2014
2139

Uma história no hóquei: ...

sexta , Jul. 20 2018
1874

3.ª Div- Série ...

domingo , Jan. 14 2018
263

imgS620I220867T20180512160524

<O FC Porto venceu o Sporting CP por 5x2 na meia-final da Liga Europeia e prepara-se para disputar a final… no Dragão Caixa. Os azuis e brancos procuram somar um troféu que, na edição atual, não consta no palmarés do clube.

No final do encontro, Guillem Cabestany, técnico dos portistas, mostrou-se satisfeito com o resultado, apesar de reconhecer que o Sporting dificultou e muito a tarefa da sua equipa sobretudo na segunda parte.

«Acho que fizemos uma boa exibição. Por momentos, o Sporting dificultou-nos muito a tarefa e penso que poderíamos ter jogado um bocadinho melhor em algumas ocasiões. O 3x0 confundiu-nos um pouco. A equipa estava indecisa entre atacar a baliza contrária e assegurar o resultado e deixámos de ser nós próprios. Na segunda parte podíamos ter jogado melhor, é verdade, mas depois a equipa voltou a ser a que todos conhecemos», reconheceu.

Aguardando ainda pelo adversário que sairá do confronto entre Barcelona e Reus, Cabestany referiu que a equipa vai «descansar mentalmente» para, um pouco mais tarde, pensar já na final de domingo.

«Estamos prontos para qualquer adversário. A equipa está confiante e a jogar bem. Este era o melhor aval para disputar esta final four. Podemos perder ou ganhar contra qualquer uma das duas equipas. Agora vamos descansar um bocado e depois pensaremos no jogo de amanhã. Queremos, sobretudo, que o FC Porto volte a ser o mesmo de sempre», referiu.>

Foto±fonte: Zerozero.pt