a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

HCP Grândola de regresso ...

terça , Out. 16 2018
81

Nomeações de 18 a 25 de ...

terça , Out. 16 2018
366

Espanha disposta a ...

terça , Out. 16 2018
132

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
55798

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
23738

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19046

CN- Sub-17- SC Tomar ...

segunda , Abr. 20 2015
775

3.ª Div. Norte Vila ...

terça , Mar. 01 2016
712

Paço de Arcos recebeu ...

terça , Out. 25 2016
1017

imgS620I220873T20180512163141 1

<Após o final da partida que ditou a derrota do Sporting aos pés do FC Porto (5x2) na meia-final da Liga Europeia, Paulo Freitas demonstrou um enorme desagrado pelo resultado final. Na opinião do técnico português, a «ineficácia ofensiva» acabou por ser o grande motivo da derrota, mas considera que a sua equipa criou mais oportunidades e não se limitou rematar de longa distância… como o adversário.

«Acho que acima de tudo o que nos faltou no jogo foi eficácia no ponto de vista ofensivo. Quem viu o jogo viu que criámos mais oportunidades do que o FC Porto. Temos um tipo de jogo claramente diferente. Jogámos hóquei de outra forma e não procurámos somente os remates de longa distância. Fomos ineficazes e a este nível paga-se caro», referiu.

Já depois de ter elogiado os seus jogadores e o apoio da massa adepta, o técnico dos leões deixou duras críticas à arbitragem da partida e aproveitou para felicitar a arbitragem portuguesa.

«Por outro lado, queria dar os parabéns a todos os árbitros portugueses. Muitas vezes criticamos os árbitros portugueses e hoje não gostei nada da arbitragem. Critérios profundamente desiguais. Portanto, parabéns à arbitragem portuguesa», atirou.>

Foto±fonte: Zerozero.pt