a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

HCP Grândola de regresso ...

terça , Out. 16 2018
63

Nomeações de 18 a 25 de ...

terça , Out. 16 2018
293

Espanha disposta a ...

terça , Out. 16 2018
110

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
55793

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
23738

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19045

HC Maia prepara Mega ...

sexta , Set. 04 2015
731

Resumo do Reus Deportiu ...

sábado , Nov. 18 2017
444

Carlos Silva reforça o ...

sexta , Jul. 07 2017
1526

Liga Europeia de Hoquei em Patins grupo B FC Porto VIC 04 11 17 Cabestany

O técnico portista, Guillem Cabestany era um treinador triste, mas não resignado, após o jogo frente ao Barcelona, onde o FC porto perdeu por 4-2, destacando, acima de tudo, o grupo e a qualidade da equipa, deixando no ar a ideia, que a continuarem assim, mais tarde, ou cedo, conquistarão o troféu.
É difícil fazer uma análise tranquila neste momento. O jogo foi equilibrado e em muitos momentos estivemos por cima. O Carles Grau teve pouco trabalho ao longo do jogo. Mas eles conseguiram sobretudo defender muito bem e serem mais eficazes na finalização. É uma final que podia que também poderia ter caído para o nosso lado”, começou por dizer nas declarações ao Porto Canal, no Dragão Caixa.
Este grupo esteve numa final da Liga Europeia pela primeira vez e se continuar a trabalhar e a evoluir desta forma, vai estar seguramente noutra final”, realçou.
Cabestany após a questão colocada pelo repórter do Porto Canal abordou o lance que poderia ter dadom, na altura, o empate a 3 bolas e que não foi validado pela equipa de arbitragem. “É complicado ter um lance assim. Num jogo tão equilibrado, em que nessa altura estávamos a dominar o Barcelona, estávamos por cima deles….mas o hóquei também é isto, se não falo dos árbitros normalmente, também não o farei hoje. Agora vamos a partir de terça-feira levantar a moral da equipa, porque ainda temos dois títulos para disputar”.