a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

XI Torneio “Cidade de ...

domingo , Abr. 21 2019
36

2.ª D- Empate com ...

domingo , Abr. 21 2019
39

II Norte - Briosa vence ...

domingo , Abr. 21 2019
250

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
56589

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
24568

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19613

FPP- Curso de ...

quarta , Jun. 06 2018
367

Fique a conhecer o ...

quarta , Ago. 01 2018
534

1.ª Div: "Bomba" de ...

domingo , Out. 25 2015
1000

DI Q

fcphoquei benvindo610340

<O italiano Guilio Cocco (Lodi) e os portugueses Poka (AD Valongo) e Hugo Santos (Benfica) são as novidades do plantel de hóquei em patins do F. C. Porto, que se apresentou oficialmente aos sócios, num primeiro ensaio frente aos espanhóis do Liceo, que perdeu (4-2) - Reinaldo García e Teimo Pinto marcaram os golos dos dragões.

Antes do jogo, o treinador Guillem Cabestany traçou os objetivos para 2018/19: "Trabalhar para voltar a construir uma boa equipa, que jogue um bom hóquei. Conseguindo isso, estaremos a fazer uma boa época e a lutar em todas as frentes, com a ambição máxima de ganhar títulos". O técnico quer

a equipa a atingir a melhor forma, o ritmo de jogo, bem como uma rápida adaptação dos reforços para a equipa recuperar o título nacional perdido para o Sporting.

Cabestany explicou, ainda, as mais-valias das caras novas: "Com a sua intensidade, meia distância e força física, espero que o Poka nos dê maiores variantes táticas. O Giulio vai dar-nos a criatividade ofensiva, sempre importante para o desequilíbrio. E o Hugo pode trazer qualidade na definição e no jogo interior". Sobre os principais adversários (Sporting, Benfica e Oliveirense), reconhece que "não há grandes diferenças, pois têm todos grandes plantéis" e sem esquecer as "equipas que vão tentar chatear os habituais" favoritos.

Também o capitão Hélder Nunes fala em "trabalhar para ganhar".

"Quem joga no F. C. Porto é muito natural ter esse pensamento e quem chega de novo em dois ou três dias percebe a dimensão do clube, da história e o quão importante é jogar aqui. Os títulos fazem parte disso", atira o jogador.

O italiano Cocco, de 22 anos, chegou há pouco à Invicta, mas já incorporou o espírito portista: "Espero amadurecer muito como jogador e pessoa. É um grande de- safio na minha carreira e quero dar o máximo para ajudar a equipa".

O primeiro compromisso oficial dos dragões é no fim de semana de 29 e 30 deste mês, na Taça Continental Europeia, na qual defronta o Lleida nas meias-finais.>

Foto: FC Porto ±Fonte: JN