a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Resumo Herringen ...

quarta , Nov. 21 2018
9

Duelo de candidatos em ...

quarta , Nov. 21 2018
7

II D Norte - Infante ...

quarta , Nov. 21 2018
4

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
55967

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
23894

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19149

Leonardo Tomba- “a ...

sexta , Jun. 03 2016
1409

CN Norte Sub17: 9.ª ...

segunda , Abr. 11 2016
809

SC Tomar termina 1.ª ...

sábado , Jan. 20 2018
386

Plurisports Barbeiro Pluriform

trofeu jorge coutinhoNo dia em que se completam dezassete anos do falecimento de Jorge Coutinho, fazemos questão de relembrar, um homem, um grande amigo e grande dirigente desportivo quer nacional, quer internacional.
Todos estes termos são reconhecidos por quem anda na modalidade que Jorge Coutinho abraçou durante muitos anos.

O seu grandioso, invejável e prestigiado curriculum fala por si.

O cidadão Jorge Augusto Barroso Coutinho nasceu em Barcelos a 6 de agosto de 1945, tendo desde sempre estado ligado à modalidade primeiro como atleta e depois como dirigente e presidente do Óquei Clube de Barcelos entre os anos de 1980 a 1992,
Fundador de diversos organismos, entre eles a Associação de Patinagem do Minho que liderou de 1993 a 2001 e fundador da Associação de Basquetebol de Braga de 1985 a 1989.
Contudo foi no Hóquei em patins que se evidenciou tendo recebido várias distinções, entre elas, o Troféu Serpa para melhor dirigente em 1996 e Dirigente de Honra da Federação Galega de Patinagem em 1998,
Foi vice presidente do comité internacional de hóquei em patins ( FIRS ), cargo que desempenhava quando faleceu em 2002.
No ano do seu falecimento em 2002 realizou-se em Barcelos, um jogo de hóquei em patins entre as seleções de Portugal e Espanha, onde estiveram por parte de Portugal, Vítor Hugo como treinador e os jogadores, Paulo Matos gr, Sérgio Silva, Pedro Alves, Filipe Santos, Reinado Ventura, Filipe Gaidão, Ricardo Pereira, João Miguel gr, Ricardo Oliveira e Pedro Ascensão.

Posteriormente a AP Minho criou o Torneio Jorge Coutinho como forma de homenagear o fundador da associação, estando este na sua XII edição.
Uma prova onde os clubes do Minho jogam entre si, lutando sempre pelo troféu " Jorge Coutinho ".