a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Goleada antes da Taça ...

domingo , Dez. 09 2018
11

FPP- Protocolo de ...

domingo , Dez. 09 2018
24

Nicolau Manjate eleito ...

domingo , Dez. 09 2018
17

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
56040

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
23944

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19208

Tiago Sousa- “O ...

sexta , Out. 12 2018
296

FPP- Sporting CP ...

domingo , Dez. 04 2016
12516

Ainda o Benfica-FC ...

quarta , Nov. 07 2018
581

Plurisports Barbeiro Pluriform

Souto Valongo

<A Associação Desportiva de Valongo é a equipa que arranca a última semana de antevisão do Fair Play ao Campeonato Nacional de Hóquei em Patins 2018-19. Com a defesa do 5º lugar conquistado na época passada como principal objectivo, O Valongo apresenta reforços bem conhecidos dos seus adeptos.

A Associação Desportiva de Valongo tinha como objectivo para o Campeonato Nacional 2017-18 a obtenção do 5º lugar da tabela. Apesar da forte concorrência de Barcelos e Juventude de Viana, o conjunto liderado por Miguel Viterbo acabou por alcançar esse seu objectivo com apenas 1 ponto de vantagem para a equipa barcelense.

Para além de conseguir alcançar o 5º lugar a que se propôs no início da época, a época 2017-18 ficará na história do clube pela presença na final da Taça de Portugal, a primeira final da história dos valonguenses. Ainda que não tenham conseguido levar a taça para Valongo, a equipa de Viterbo deu uma excelente réplica ao favorito FC Porto, como o resultado de 2-3 atesta.

Com um plantel forte e equilibrado, um dos principais destaques foi o reforço Daniel Oliveira, ou Poka. O defesa/médio chegou a Valongo proveniente do Sporting e desde cedo mostrou ser um elemento importante na equipa, tanto no processo ofensivo como no defensivo. Poka foi o sétimo melhor artilheiro do campeonato com 33 golos, marcando 6 deles da marca de livre directo, e 9 de grande penalidade, foi ainda o sexto jogador com melhor percentagem de sucesso na marcação de grandes penalidades, de entre os jogadores com o mínimo de 5 penaltys tentados, com uma taxa de conversão de 50%.

Para 2018-19, o objectivo do 5º lugar mantém-se, e para voltar a terminar como a primeira equipa das não candidatas ao título nacional, o Valongo apresenta três reforços, sendo dois deles regressos de jogadores que fizeram parte do plantel de 2013-14, época do histórico título de campeão nacional.

Oriundos da UD Oliveirense, Nuno Araújo e João Souto regressam, então, a uma casa onde já foram bastante felizes. Nuno Araújo, internacional moçambicano de 30 anos, representou o Valongo durante 4 temporadas, entre 2012-13 e 2015-16, transferiu-se para Oliveira de Azeméis, onde cumpriu duas épocas, e agora regressa a Valongo onde deverá ser uma peça importante para o seu ex. companheiro de equipa e actual treinador, Miguel Viterbo.

João Souto estreou-se na 1ª Divisão ao serviço do Valongo, na temporada 2011-12, também ele cumpriu 4 temporadas no clube antes de se mudar para Oliveira de Azeméis, no verão de 2015. Souto realizou três temporadas ao serviço da Oliveirense, onde foi titular de forma regular sob a orientação de Tó Neves, agora, e por razões académicas, Souto viu-se forçado a abandonar uma equipa profissional como a Oliveirense e voltou para o Valongo, equipa que lhe permitirá conciliar o hóquei em patins com o curso de medicina.

O terceiro reforço é um dos jovens mais promissores do hóquei em patins português, Gonçalo Pinto. O jovem internacional sub-20 por Portugal fez grande parte da sua formação no Benfica, clube ao qual ainda está contratualmente ligado, e após uma época de empréstimo ao Amatori Lodi, ondevenceu o campeonato italiano contribuindo com 26 golos, parte agora para novo empréstimo, desta feita no campeonato português.

De saída estão dois dos jogadores que mais se destacaram na temporada transacta, Poka e Xavier Cardoso. Os dois elementos que mais e melhor organizavam o jogo ofensivo da equipa do Valongo, partem para equipas pretendentes ao ceptro de campeão nacional. Poka, após apenas uma temporada ao serviço do Valongo, é reforço do FC Porto. A excelente temporada realizada pelo jogador em 2017-18 levou o técnico portista Guillem Cabestany a adquirir o jogador ex.Sporting para a nova temporada.

Xavier Cardoso, jovem de apenas 23 anos, teve em 2017-18 a sua época de afirmação. Titular em 25 das 26 partidas do Valongo para o campeonato, Xavier Cardoso, jogador de características mais defensivas, apontou 8 golos no Campeonato Nacional na época transacta. Com passagens na formação por AD Sanjoanense e FC Porto, para além do Valongo, Cardoso chega ao SL Benfica para confirmar que o excelente nível apresentado na época transacta será para manter, agora com a camisola das águias.

A terceira saída do plantel do Valongo é a de Guilherme Silva. Avançado que passou duas temporadas em Valongo, a primeira das quais por empréstimo do Benfica, Guilherme Silva nunca se conseguiu verdadeiramente impor e apresentar o nível que havia apresentado no Paço de Arcos, clube que representou antes da chegada a Valongo. Habitual suplente ao longo da temporada – apenas foi titular em 2 partidas no campeonato – Guilherme Silva, que marcou 10 golos na temporada passada, é reforço do SC Tomar para 2018-19.

Na pré temporada a equipa do Valongo bateu-se com várias formações da 1ª Divisão Nacional, batendo equipas como Paço de Arcos, HC Turquel e, em partida a contar para a Elite Cup, a Juventude de Viana, em contrapartida, a equipa de Miguel Viterbo averbou derrotas frente a OC Barcelos, FC Porto, Sporting CP e SL Benfica, este último em duas ocasiões, na Elite Cup e na apresentação do Valongo aos sócios e adeptos.

O Valongo inicia o campeonato no próximo sábado fora de portas, no terreno do recém promovido SC Marinhense, na 2ª jornada, e na estreia oficial no “San Siro”, o Valongo recebe um adversário directo na luta pelo 5º lugar, o OC Barcelos, naquele que será um dos jogos grandes da ronda.

A equipa do Valongo apresenta-se com o objectivo de defender o 5º lugar alcançado na temporada passada, e apesar de apresentar duas baixas importantes em relação à equipa da época passada, os reforços apresentam qualidade mais que suficiente para manter o Valongo nesse lugar da tabela. Infelizmente a equipa do Valongo volta a não participar na WS Europe Cup, antiga Taça CERS, devido a dificuldades financeiras, sendo assim menos um forte candidato à vitória nessa competição.>

Foto: Hoqueipt.com ± Fonte: Fairplay.pt