a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Hélder Nunes- “O ...

terça , maio 21 2019
73

Jordi Adroher- “encarar ...

terça , maio 21 2019
78

Joca Ferreira regressa ...

terça , maio 21 2019
469

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
56707

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
24658

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19697

Duda Chavarria (ADJ ...

sexta , Fev. 24 2017
1270

Rui Pedro assina pelo ...

terça , Ago. 23 2016
1200

Inglaterra dá a conhecer ...

quinta , Abr. 26 2018
473

interiores

imgS620I222583T20180602182139

A equipa de hóquei em patins do Sporting vai esta quarta-feira ao recinto da AD Oeiras para a oitava jornada do Campeonato Nacional. De acordo com Paulo Freitas, o clube de Alvalade é superior, mas tem de o provar "numa pista muito difícil".

"A primeira coisa que temos de perceber é que, no campo teórico, somos melhores, temos é de o provar dentro de pista. Vamos encontrar uma equipa jovem, aguerrida e com qualidade numa pista muito difícil. A hora a que o jogo se vai disputar, dependendo de questões climatéricas, pode colocar dificuldades acrescidas, como uma pista escorregadia. Assumimos claramente o nosso favoritismo, mas não adianta dizê-lo. Adianta prová-lo na pista. Amanhã queremos provar que somos melhores e trazer mais três pontos", começou por dizer o técnico ao Jornal Sporting e à Sporting TV.

As recentes vitórias contra o FC Porto e o HC Liceo deixaram Paulo Freitas muito satisfeito, com o segundo tempo do jogo contra os galegos a ser especialmente satisfatório. "Foi um triunfo claro, justo e com muita qualidade, principalmente com o hóquei que produzimos na segunda parte. Deixou-nos com boas sensações, agradados porque conciliámos a qualidade exibicional e o resultado, que era o mais importante. A equipa encontra-se bem, vem de duas vitórias importantes contra duas equipas poderosas a nível europeu e mundial. Temos de continuar o nosso trajecto, porque se amanhã não formos competentes para conquistar os três pontos todas as nossas sensações acabam por cair por terra", relembrou, antes de explicar que Ângelo Girão está apto e recuperado e que Matías Platero é baixa para a curta deslocação a Oeiras.

Para concluir, o treinador não esqueceu os adeptos. "Queria agradecer a todas as pessoas que se deslocaram à Corunha, onde estiveram cerca de 70 adeptos. Tive a oportunidade de conviver com eles no final da partida e aquele slogan que utilizamos é cada vez mais real. Jogamos sempre em casa, com um apoio incansável num pavilhão enorme. Os únicos adeptos que ouvíamos eram os adeptos do Sporting. Uma palavra de enorme agradecimento pelo sacrifício que fizeram, pelo amor que demonstram ao clube e pedir-lhes uma vez mais que estejam ao nosso lado numa deslocação relativamente próxima a Oeiras. Que se façam ouvir, como têm feito até agora, porque nós também deixaremos tudo na pista por eles", garantiu.

O AD Oeiras-Sporting tem o apito inicial marcado para as 21h00 desta quarta-feira, 5 de dezembro, no pavilhão do clube da Linha.

Fonte- Sporting CP