a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

FPP- Nomeações de 7 a 8 ...

segunda , Dez. 06 2021
21

2.ª Sul- Académica ...

segunda , Dez. 06 2021
17

2.ª D- Sul- S Alenquer B ...

segunda , Dez. 06 2021
12

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
61506

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
29997

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
24276

SC Tomar empata a 3 ...

domingo , Set. 10 2017
1746

"OC Barcelos volta a ...

quinta , Dez. 31 2015
1704

João Rodrigues: "Só ...

quinta , Jun. 08 2017
1157

5 Barbeiro Completo

Terronia

50029851 2335648249779160 1310895538534612992 o

O HCP Grândola recebeu no passado sábado a Física e não conseguiu suplantar a formação torriense, tendo perdido por 3-2.
A Física ocupava o 6º lugar e era, tal como nos últimos tempos, um adversário muito complicado, apesar de estar a sofrer uma mudança de ciclo com alguns dos seus mais carismáticos jogadores a deixarem o hóquei. E o HCPG, a continuar a tentar encarrilar nas suas exibições, mas continua a apresentar-se nos jogos desfalcado de jogadores importantes na manobra da equipa. Esperava-se um jogo, como sempre, muito equilibrado com poucas oportunidades de golo e a ser um jogo decidido nos pormenores.
Quanto ao jogo, apesar da primeira grande oportunidade pertencer ao HCPG, que obrigou Ricardo “Gordini” Miranda a aplicar-se, foi a Física quem rapidamente tomou conta dos acontecimentos com ataques muito longos geridos por Vicente Alves, e a procurar sempre o interior, que muito trabalho dá às defesas contrárias, André Gaspar.
E seria mesmo Gaspar quem inauguraria o marcador, fazendo o 0-1 logo aos 5 minutos de jogo com uma excelente finalização ao seu estilo.
Pouco depois oportunidade de ouro para a Física aumentar o marcador num penalty muito mal assinalado pois o corte de António “ToJo” Pereira é feito fora da área. Chamado à bola parada, João Lima atira ao lado mas na recarga trabalha bem Piteira e aumenta mesmo para 0-2 aos 8 minutos de jogo.
O HCPG não fazia uma boa exibição, falhava algumas situações na defesa que causavam muitas dificuldades a Piteira que, com a ajuda dos postes, ia mantendo o resultado, e no ataque optava sempre pelas mesmas jogadas e não encontrava ou procurava solução para algo mais.
Estava um jogo algo “cinzento”, pois a Física estava confortável com o resultado e geria o jogo e o HCPG não desenvolvia.
Já no último minuto Rodrigo Campelo vê cartão azul e, no livre-direto, José “Zezinho” Gonçalves a bater “Gordini” de forma muito simples e sem hipótese para o guardião da Física. 1-2 aos 24 minutos.
Na 2ª parte, o HCPG, em parte devido ao golo marcado antes do intervalo, entrou melhor no jogo e consegue acelerar um pouco e colocar dificuldades à Física, que defendia bem e de forma coesa.
Até que, aos 7 minutos, “ToJo” faz o 2-2 num golo, com “Gordini” a defender a bola sem que ela passe a linha. Infelicidade para a Física que contestou, e muito, a decisão dos árbitros e o HCPG repõe a igualdade no jogo.
Foi sol de pouca dura, pois a Física numa jogada excelente, após falha defensiva grave do HCPG, proporciona a que surjam Vicente e Gaspar na cara de Piteira com Gaspar a confirmar o 3-2 aos 9 minutos de jogo.
O HCPG reagiu, nem sempre bem, mas reagiu e tentou recuperar o empate, mas a Física defendeu bem a sua vantagem (mesmo com a ajuda dos postes), numa delas com um corte providencial de Samuel Lima quando Márcio ia marcar para o HCPG e respondeu com ataques “venenosos” com Gaspar, Vicente (bola na barra) e Fábio Cambão a falharem clamorosas ao permitirem as defesas de Piteira.
Até final o HCPG tentou tudo, mas a Física, com muita calma e experiência, manteve a posse longa e já não deixou fugir os 3 pontos.
Vitória justa dos Torrienses e quarta derrota consecutiva para o HCPG, que voltou a não rubricar um bom jogo apresentando-se muito limitado.

Fonte- HCP Grândola/Piteira

Foto- José Carlos Gaspar