a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Troféu Juan António ...

sexta , Out. 18 2019
91

Marc Torra- “Humildade e ...

sexta , Out. 18 2019
42

Pavilhão de Monserrate ...

sexta , Out. 18 2019
89

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
57406

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
25345

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
20213

Rescaldos do Torneio de ...

terça , Jun. 16 2015
835

Valença HC organiza "II ...

quarta , Mar. 01 2017
776

FPP lança convocatória ...

domingo , maio 17 2015
1558

interioresinteriores

50780484 2061972037216669 8445023074037792768 o

A juventude de Viana recebeu e venceu no “Monserrate” a equipa do SC Tomar num jgo onde a equipa minhota, conseguiu anular uma desvantagem de 0-3 ao intervalo para um triunfo por 5-3, e onde Francisco Silva e “Zorro” foram determinantes no desfecho do encontro.
O SC Tomar entrou bem na partida e inaugurou o marcador por João Candeias ao minuto 4. Aproveitando a embalagem a equipa nabantina soube tirar partido dos erros defensivos da J. Vina com Guilherme Silva e João Sardo (de LD) a colocarem a formação ribatejana a vencer por 3-0, resultado que se manteve até ao intervalo.
A segunda metade seria diferente. A equipa minhota entrou na partida na busca de um resultado diferente e acabaria por conseguir os seus intentos.
Francisco Silva de GP reduz para 1-3 e Luís Viana coloca o placard em 2-3 aos seis minutos. A equipa de André Azevedo acreditou e conseguiu chegar ao empate aos 11 minutos por Francisco Silva.
A equipa Tomarense a mostrar muitas debilidades defensivas a fazer um jogo muito individual e em muitas ocasiões, direto, acabou por ser vitima da sua estratégia. Sentiu os golos sofridos, deixou-se enlear nas teias da experiência e matreirice da formação minhota e com isso viu a remontada da Juventude Viana acontecer.
Aos 20 minutos Francisco Silva, esta noite, com stick “on fire” confirmou a reviravolta no marcador através de um LD.
Perante um SC Tomar sem soluções o golpe final aconteceu já no último minuto com “Zorro” a fazer o 5-3 que selou o resultado deste encontro.
Triunfo que premeia a raça e entrega da formação minhota perante um SC Tomar de duas caras. Se na primeira metade a equipa de Jorge Godinho mostrou-se coesa e objetiva, a segunda parte deixou à vista algum desnorte e muita ingenuidade do conjunto verde e branco, bem aproveitado pela Juventude de Viana para somar os três pontos deste encontro.
Uma arbitragem algo tendenciosa em prejuízo do SC tomar, com decisões duvidosas, mas que não podem ser imputadas ao desaire nabantino neste jogo.

Foto- Juventude de Viana