a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

“A dificuldade era ...

sábado , Nov. 26 2022
9

Paulo Almeida- “A equipa ...

sábado , Nov. 26 2022
5

CNF- Dérbi de sentido ...

sábado , Nov. 26 2022
6

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
62734

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
31535

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
25581

FPP- Divulgação das ...

segunda , Jan. 13 2020
1354

3.ª Div. – Zona Norte - ...

sexta , Out. 17 2014
3163

CN 2.ª Divisão Norte ...

terça , Out. 06 2015
1642

6 10Massagista Inícial

img 920x5182019 02 02 00 30 05 1500436

Os casos do jogo realizado no “Fidelidade” no passado domingo estão sob a alçada do Conselho de Disciplina da FPP.
O dérbi entre Benfica e Sporting do passado domingo ainda mexe. Depois de alguns incidentes quentes no triunfo dos leões (4-1) na Luz, o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Patinagem (FPP) instaurou ontem processos às águias e ao guarda-redes leonino, Ângelo Girão.
O processo disciplinar ao Benfica prende-se com o comportamento incorreto dos seus adeptos junto ao banco do Sporting, que obrigou à interrupção do encontro e à intervenção policial para acalmar os ânimos. Recorde-se que na 4ª jornada, frente ao FC Porto, os encarnados também viram a abertura de um processo por motivos semelhantes.
Quanto a Ângelo Girão, a razão prende-se pelos protestos à arbitragem, depois de ter visto dois cartões azuis: o guardião leonino encostou o peito ao juiz João Duarte e depois fez um gesto com a mão a insinuar que a sua equipa estava a ser ‘roubada’. No dia seguinte, Girão pediu desculpa pelas reações quentes na Luz. "A minha atitude foi irresponsável, sem nexo e exagerada", disse o Girão.

Fonte/Foto- Jornal “O Record”