a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Portugal conquista Taça ...

domingo , Abr. 21 2019
225

XI Torneio “Cidade de ...

domingo , Abr. 21 2019
65

2.ª D- Empate com ...

domingo , Abr. 21 2019
67

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
56589

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
24568

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19613

Santa Cita organiza 11.º ...

quarta , Fev. 11 2015
1551

Resumo 2.ª mão 1.ª ...

terça , Nov. 29 2016
995

Supertaça de Espanha- ...

domingo , Set. 16 2018
234

DI Q

IMG 4495

O Campo Ourique recebeu no passado sábado a formação do Grândola em jogo que contou para os 32 avos de final da Taça de Portugal com a equipa “alfacinha” a levar a melhor por 4-3, seguindo assim para a fase seguinte da prova.
O CACO apresentou-se mais recuado, tentando sair em rápidos contra-ataques e quando tinha bola, todo o jogo passava por André Lopes e Hugo Nascimento que tentavam, através de várias meias-distâncias, colocar Tiago Pereira à prova.
O HCPG defendia bem e tinha ataques longos tentando desmontar a defensiva adversária para chegar à baliza de João Robalo.
O jogo estava algo morno com ambas as equipas muito encaixadas uma na outra mas o CACO tinha mais oportunidades devido às meias-distâncias de André Lopes, que sobravam muitas vezes para segundas bolas que o HCPG não estava a saber anular, mas o HCPG tentava responder em ataque apoiado nas acções de José “Zezinho” Gonçalves e de José “Tanaka” Bernardo.
A 2 minutos do final da 1ª parte, André Lopes, numa jogada individual, faz uma assistência primorosa para o 1-0 por intermédio de Paulo Tembo.
O HCPG não “sentiu” o golo e a sua reacção foi forte e, beneficiando de um cartão azul mostrado a Rodrigo Raposo, que possibilita um livre-direto, “Zezinho” faz o empate aos 20 minutos na bola parada, trabalhando muito bem João Robalo.
A 14 segundos do final da 1ª parte “Zezinho” bisa numa excelente jogada individual, fazendo o 1-2 com uma finalização simples.
A 2ª parte manteve-se na mesma “bitola” e ambas as equipas mantinham a mesma estratégia da 1ª parte com ligeiras diferenças de marcação.
O HCPG continuava a não marcar bem a meia-distância de André Lopes, que ia criando imensas segundas bolas que o HCPG não defendia bem, o que deixava Tiago muito exposto ao jogo. E aos 9 minutos o CACO faz mesmo o 2-2, numa segunda bola aproveitada por André Raposo, e o 3-2 numa excelente jogada individual de Hugo Nascimento.
O HCPG acusou, e muito, o golo e cometia muitos erros, principalmente, nas saídas para o contra-ataque. E é numa dessas saídas para contra-ataque que um jogador do HCPG perde uma bola em zona proibida e… 4-2 para o CACO aos 14 minutos por Paulo Tembo, que bisava no jogo.
Tudo mais difícil para o HCPG que, aos 17 minutos, tem oportunidade de reduzir num penalty, mas João Robalo superiorizou-se a “Tanaka” com uma excelente defesa. No mesmo minuto, o CACO atinge a sua 10ª falta e, no livre-direto, “Zezinho” faz o seu 3º golo no jogo com uma excelente finalização.
O HCPG fazia de tudo para chegar ao empate mas a reação da equipa foi muito atabalhoada, mais com coração do que com cabeça, com algum desnorte à mistura e jogadores a acusarem muito o esforço e o CACO segurou a magra vantagem com “unhas e dentes”.
O empate e ida a prolongamento seria justo mas é uma vitória que se aceita, pois o CACO foi a equipa mais tranquila em campo e seguiu a sua estratégia (que dava resultado) até ao final.
Desta forma o Grândola deixa a prova e o CA Campo Ourique viaja até Lavra onde a 9 de Março próximo defrontará a equipa local em jogo a contar para os 16 avos de final da prova.

Fonte- HCP Grândola
Foto- Luísa Robalo