a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Resumo do jogo ...

domingo , Mar. 24 2019
177

Turquel e Juv Viana ...

domingo , Mar. 24 2019
59

Ivo Silva reage ao ...

domingo , Mar. 24 2019
495

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
56493

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
24479

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19558

S Alenquer B com Quadro ...

quarta , Ago. 05 2015
1030

HC Portimão- 1.ª Edição ...

terça , Set. 06 2016
775

2.ª D-Sul – Jogos ...

sexta , Abr. 07 2017
1104

Tui Na

angol

Luanda - A qualificação de Angola ao grupo "Elite Oito" do mundial de hóquei em patins passa por uma vitória sobre Moçambique, visto ser este o principal oponente da selecção nacional no campeonato africano que o país alberga de 8 a 10 de Março.
O entendimento é do seleccionador nacional, Fernando Fallé, que antevê muitas dificuldades no jogo com os moçambicanos, face à experiência e o histórico desta selecção do Índico.
Angola, Moçambique, Egipto e África do Sul, esta última por confirmar ainda, vão concorrer para a única vaga africana no grupo de elite oito, ao qual estão já apuradas pela Europa Espanha, Portugal, Itália e França e por América Argentina, Chile e Colômbia.
Na sua óptica, os outros dois adversários (Egipto e África do Sul) não têm o mesmo andamento competitivo que Moçambique, pois este aborda a modalidade de outra forma, com investimento diferenciado.
É sempre difícil jogar com Moçambique, pelo histórico das duas selecções, mas nós temos apenas a missão de vencer e ficar em primeiro lugar”, afirmou o técnico à imprensa durante a apresentação dos 22 atletas pré-seleccionados, cujos trabalhos arrancam segunda-feira, no pavilhão anexo à Cidadela.
Dividido em três categorias, o mundial congrega um total de 20 participantes, sendo oito no grupo de elite (os únicos habilitados à luta pelo título), igual número na Taça das Confederações e quatro no Torneio Challenge.
No último campeonato do mundo, em 2017, na China, Angola ficou na quinta posição, sua melhor classificação até então.
A Espanha é a detentora do troféu.

Fonte/Foto- ANGOP