a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Hélder Nunes- “O ...

terça , maio 21 2019
57

Jordi Adroher- “encarar ...

terça , maio 21 2019
70

Joca Ferreira regressa ...

terça , maio 21 2019
436

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
56707

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
24658

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19697

Sub-15- Lisboa conquista ...

domingo , Dez. 20 2015
1263

2.ª D- SC Tomar vence e ...

sábado , Fev. 07 2015
1241

Porto vence e ruma aos ...

sábado , Mar. 09 2019
174

interiores

53687179 257224501894966 313518460690759680 n

O Paço Arcos recebeu no “Casablanca” a equipa do SC Tomar, em jogo que contou para os 16 avos da taça de Portugal com o triunfo a sorrir à formação de Luís Duarte nos segundos finais da partida, com Tomás Moreira a fazer o 3-2, que ditou o afastamento da formação ribatejana, da prova.
Partida onde o equilibro foi nota dominante. Seria a equipa da casa a inaugurar o marcador por Tiago Gouveia, mas o SC Tomar respondeu pouco depois por Pedro Martins.
Numa fase de equilíbrio e com oportunidades para os dois lados voltou a ser a equipa da linha a ganhar vantagem por “Rafa”, mas mais uma vez a formação forasteira a conseguir o empate por João Candeias, já nos segundos finais do primeiro tempo.
Segunda parte onde as equipas privilegiaram a defesa, tentando segurar o resultado e procurando surpreender a defesa contrária.
João Sardo dispôs de um LD para poder colocar a equipa tomarense na frente do marcador mas desperdiçou, acontecendo o mesmo com o Paço Arcos que viu Tomás Moreira de GP e Filipe Fernandes de LD, a não conseguirem desfeitear o guardião forasteiro.
Quando já tudo indicava que o empate no fim do tempo regulamentar seria uma certeza, uma seticada para dentro da área do SC Tomar, para junto do guardião leonino, acabou por decidir o jogo e a eliminatória, com Tomás Moreira a ser o herói pelo golo apontado.
O SC Tomar pelo que fez merecia, pelo menos o prolongamento, mas o sortilégio do jogo assim não quis.
Segue em frente o Paço Arcos que na próxima quinta feira conhecerá o seu adversário dos oitavos de final da prova.

Foto- Ricardo Rodrigues