a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Gonçalo Pinto volta ao ...

terça , Jun. 25 2019
191

Remi Herman fica na ...

terça , Jun. 25 2019
121

Filipe Bernardino fica ...

segunda , Jun. 24 2019
183

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
56889

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
24870

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19845

Atribuição do título ...

domingo , Out. 14 2018
804

Pedro Nifo- “Fomos a ...

quarta , maio 01 2019
440

Vítor Pereira (HA ...

segunda , Nov. 14 2016
762

interioresinteriores

54255608 580919909093423 8385941834626498560 n

A equipa do SC Tomar voltou aos triunfos ao vencer, desta feita no “Jácome Ratton” a equipa do Marinhense por 5-2 num jogo onde a formação ribatejana foi quase sempre superior nos cinquenta minutos de jogo.
Desde cedo a assumir as despesas do jogo e a procurar chegar à vantagem a formação de Nuno Lopes a ser sempre mais perigosa e a querer resolver cedo o jogo.
E o primeiro golo aconteceu mesmo ao minuto cinco por Ivo Silva num desvio de uma seticada de meia distância.
Num Pavilhão lotado e maioritariamente da casa a equipa leonina depois de desperdiçar uma GP por Candeias vê “Xanoca” aumentar para 2-0 depois de uma defesa incompleta de Marco Gaspar, corria o minuto 18. A dois minutos do intervalo Ivo Silva, bisa e coloca o placard em 3-0, resultado que não se alterou até ao descanso.
Uma primeira parte de sinal mais da equipa da casa perante um Marinhense expectante no erro da formação tomarense, mas que não teve grande ensejo de poder perigar a baliza ribatejana.
Segunda parte onde se esperava um Marinhense mais afoito e a aquerer arriscar para tentar a sua sorte mas é o SC Tomar que chega ao 4-0 por João Sardo aos cinco minutos.
Aos oito minutos o Marinhnse dispõem de um LD (10.ª falta do SC T)) mas Gonçalo Domingues desperdiça a oportunidade e na sequência é carregado ainda dentro da área e acaba por ser assinalada uma GP. Nico “Carmona”, chamado a converter não consegue marcar mas na recarga é Filipe Almeida que reduz para 4-1.
Jogo aberto mas onde a equipa tomarense controlava as incidência do jogo e aos doze minutos é Pedro Martins, numa jogada de contra ataque que não vacila na cara de Marco Gaspar e faz o 5-1.
“Nico” Carmona ainda reduz, de GP a dois minutos do final, com o Marinhense a ainda poder fazer mais um golo, de GP, mas Pedro Coelho não consegue converter o LD correspondente à 15.ª lata do SC Tomar.
Triunfo justo, sem mácula, da equipa que mostrou mais hóquei, que foi desde cedo a mais incisiva na busca do golo, e que só se pode queixar de si própria por o resultado não ter sido mais dilatado a favor dos ribatejanos.

Foto- Ricardo Rodrigues