a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Troféu Juan António ...

sexta , Out. 18 2019
89

Marc Torra- “Humildade e ...

sexta , Out. 18 2019
39

Pavilhão de Monserrate ...

sexta , Out. 18 2019
88

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
57406

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
25345

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
20213

CN Rio Maior procura ...

terça , Ago. 30 2016
1140

CE Fem: Itália vence ...

sábado , Ago. 29 2015
984

Fim de Semana com Taça ...

quarta , Fev. 08 2017
1422

interioresinteriores

026e3e57df742cfdd1d60171228583a2

FC Porto emitiu comunicado a propósito dos incidentes que ocorreram no jogo de hóquei em patins com o Sporting.
O FC Porto emitiu esta segunda-feira um comunicado, em que esclarece os incidentes durante o clássico de hóquei em patins com o Sporting, no sábado, aproveitando também para responder às acusações tecidas por Miguel Albuquerque, diretor de Modalidades do Sporting, no Facebook.
"O FC Porto lamenta que o diretor geral das modalidades do Sporting Clube de Portugal, através da sua página pessoal no Facebook, tenha tecido considerações falsas sobre a natureza das intervenções de dirigentes e funcionários do nosso clube na zona em que ocorreu uma lamentável zaragata entre adeptos que também envolveu o sr. Miguel Albuquerque durante o jogo FC Porto-Sporting em hóquei em patins. A nossa única preocupação foi a de tentar circunscrever e sanar o incidente", asseguram os dragões, que revelam que, após o final da partida, Pinto da Costa telefonou a Frederico Varandas:
"De resto, após o final do jogo, o próprio Presidente do FC Porto cuidou de contactar o seu homólogo do Sporting Clube de Portugal para lhe dar a conhecer os detalhes da situação", acrescenta o emblema azul e branco, que rejeita a ideia de "branqueamento do incidente".
"Nas horas subsequentes, com a calma desejável mas também com o rigor que a situação exigia, o FC Porto mobilizou todos os meios para identificar o adepto em causa, convidado num camarote de empresa. Este processo de identificação foi hoje [segunda-feira] mesmo concluído, tendo o FC Porto comunicado à polícia e, desde já, interditado o acesso desse adepto ao nosso pavilhão. Cai assim por terra a suspeita lançada pelo sr. Miguel Albuquerque sobre um branqueamento deste incidente", conclui o FC Porto, revelando que o agressor foi identificado e proibido de entrar no Dragão Caixa.

Leia o comunicado do FC Porto na íntegra:

"O FC Porto repudia veementemente os acontecimentos ocorridos no último sábado no Dragão Caixa

O FC Porto lamenta que o diretor geral das modalidades do Sporting Clube de Portugal, através da sua página pessoal no Facebook, tenha tecido considerações falsas sobre a natureza das intervenções de dirigentes e funcionários do nosso clube na zona em que ocorreu uma lamentável zaragata entre adeptos que também envolveu o sr. Miguel Albuquerque durante o jogo FC Porto-Sporting em hóquei em patins.

A nossa única preocupação foi a de tentar circunscrever e sanar o incidente.

De resto, após o final do jogo, o próprio Presidente do FC Porto cuidou de contactar o seu homólogo do Sporting Clube de Portugal para lhe dar a conhecer os detalhes da situação.

Nas horas subsequentes, com a calma desejável mas também com o rigor que a situação exigia, o FC Porto mobilizou todos os meios para identificar o adepto em causa, convidado num camarote de empresa.

Este processo de identificação foi hoje mesmo concluído, tendo o FC Porto comunicado à polícia e, desde já, interditado o acesso desse adepto ao nosso pavilhão.

Cai assim por terra a suspeita lançada pelo sr. Miguel Albuquerque sobre um branqueamento deste incidente.

A Direção do FC Porto"

Fonte- Jornal “O Jogo”