a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

FPP- Nomeações de 24 a ...

sexta , Jun. 24 2022
34

Sub-13 e Sub-17 iniciam ...

sexta , Jun. 24 2022
25

“preparada” para atacar ...

sexta , Jun. 24 2022
21

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
62059

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
30855

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
25015

Protocolo do Campeonato ...

quarta , Set. 26 2018
1095

CNF- Sanjoanense impõem ...

segunda , Mar. 07 2022
263

Lleida vence Taça Cers

domingo , Abr. 29 2018
1267

massagista inicial

tomar riba ricardo rodrigues 1 grande

A equipa do SC Tomar recebeu na “Jácome Ratton” o Riba D´Ave HC num jogo de primordial importância para a formação nabantina, com o triunfo a sorrir aos minhotos por 4-2.
Jogo onde a equipa tomarense sentia-se na obrigação de vencer para manter intactas as aspirações à permanência na primeira divisão, mas a encontrar um Riba D´Ave compenetrado em termos defensivos e em particular com um Diogo Fernandes (GR) em grande plano a acabar por ser o grande responsável, peça derrota dos ribatejanos neste encontro.
Primeira parte de equilíbrio com ligeiro ascendente dos nabantinos. Seria a equipa visitante a inaugurar o marcador por Tomás Pereira, numa fase onde a equipa tomarense dominava. Golo conta a corrente do jogo, mas ainda antes do intervalo “Xanoca” a chegar ao empate numa jogada de envolvência do ataque nabantino.
Uma segunda parte de domínio tomarense, mas a eficácia na hora da verdade a fazer as contas finais do encontro.
O SC Tomar dispôs de um LD mas Guilherme Silva a desperdiçar a oportunidade e é “Micoli” a fazer o 2-1 para a equipa minhota, corria o minuto 19.
Assédio final dos nabantinos mas Diogo Fernandes, enorme na defesa das sua redes foi negando ao golo aos tomarenses e é novamente “Micoli” que aumenta para 1-3,a a aproveitar um mau passe que é intercetado e não perdoa na cara de Diofgo Alves.
“Xanoca” ainda reduz para 2-3, numa fase onde o Tomar dava tudo chagar ao empate, que só não acontece por que João Sardo desperdiça um LD, e na resposta , na sequência da 10.ª falta do SCT Hugo Azevedo fecha a contagem ao fazer o 2-4 que selou o resultado final deste encontro.
Triunfo que se aceita pela assertividade na hora da verdade, perante um SC Tomar nervoso, que teve oportunidades para poder vencer, mas a falta de discernimento, e más opções em momentos chave do jogo acabaram por ditar uma derrota para os nabantinos que a deixam em muitos maus lençóis para os jogo que ainda faltam.