a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Troféu Juan António ...

sexta , Out. 18 2019
83

Marc Torra- “Humildade e ...

sexta , Out. 18 2019
35

Pavilhão de Monserrate ...

sexta , Out. 18 2019
88

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
57406

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
25345

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
20213

João Chalupa reforça o ...

sexta , Nov. 11 2016
1537

Hélder Nunes despede-se ...

terça , maio 28 2019
866

Benfica visita Paço de ...

terça , Jan. 22 2019
359

interioresinteriores

IMG 20190410 220535 768x576

A equipa de Oliveira de Azeméis tem encontro agendado nos 1/4 de final da Taça de Portugal para São João da Madeira frente ao eterno rival AD Sanjoanense. Para chegar a esta fase da prova a União teve de ser forte para bater Os Tigres por 5-2 num desafio bem jogado.
Dois remates perigosos de Jorge Silva e um de Marc Torra mostraram as intenções da Oliveirense desde os primeiros instantes do encontro em frente ao Tigres de Almeirim. A equipa da casa respondeu com um remate que foi à máscara de Xavier Puigbi. Aos 6 minutos de jogo, o guarda-redes da União anulou um adversário numa situação de um para um. Estava vivo o encontro.
A Oliveirense transformou o favoritismo e alguma superioridade em campo em dois golos no espaço de um minuto. Marc Torra rematou ao ângulo e fez o 1-0 com uma belíssima finalização aos 7 minutos. O 2-0 teve assinatura de Ricardo Barreiros que rematou forte na transformação de uma falta.
A equipa líder da Zona Sul da II Divisão não se incomodou e logo após um desconto de tempo, Filipe Bernardino obrigou Puigbi a fazer uma boa defesa. Aos 11 minutos livre direto a punir falta sobre Marc Torra. O catalão encarregou-se da marcação mas não consegui iludir o guarda-redes Pedro Santos. A União ficou a jogar em power play mas não conseguiu aumentar a vantagem.
A meio da primeira parte grande penalidade a favor dos Tigres a castigar falta de Xavier Barroso sobre um adversário. Filipe Bernardino não conseguiu fazer golo mas assistiu o colega de equipa Pedro Jordão que bateu o desprotegido Xavier Puigbi.
Renato Garrido e Edo Bosch estavam a rodar a equipa e só Pablo Cancela e Domingos Pinho não foram utilizados na primeira parte. A 6 minutos do intervalo houve um golaço de Marc Torra. Contra-ataque rápido a deixar o catalão numa situação de golo clara e com o guarda-redes pela frente, Torra fez uma finta e um “chapéu” sem hipótese de defesa. 3-1 para satisfação da Charanga da União que foi a Almeirim apoiar a equipa.
A segunda parte arrancou com Pablo Cancela, Torra, Barreiros e Barroso no 5 inicial. A equipa passou por sérias dificuldades porque a formação de Almeirim reduziu para 2-3 logo aos 2 minutos através de um contra-ataque muito bem finalizado por Anderson Luís. Sucederam-se ataques perigosos com Puigbi a ser determinante com duas boas defesas. Além disso, o ataque da União não estava a fluir. Mas, a experiência da Oliveirense fez a equipa estabilizar as emoções e acalmar o jogo.
Aos 12 minutos da segunda parte Jorge Silva foi oportuno e fez a recarga ao forte remate de Ricardo Barreiros. 2-4 para a União que voltava a ter dois golos de vantagem frente a um adversário que joga bom hóquei e que foi sempre perigoso. A 5 minutos do final Pedro Moreira saiu rápido para o ataque, rematou cheio de intenção mas a bola foi ao poste.
A Oliveirense foi inteligente na gestão da posse de bola, foi unida a defender e soube travar a vontade e motivação dos Tigres de Almeirim que nunca se deram por vencidos. Vitória por 5-2 porque Marc Torra viria a fazer o terceiro golo da conta pessoal no último minuto de jogo. A vitória garante a presença da equipa nos 1/4 de final da Taça de Portugal onde vai medi forças com a Sanjoanense pela presença na Final Four da Taça.

Fonte/Foto- UD Oliveirense

Noticias Quarta