a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Barcelos canta de Galo

quarta , Nov. 20 2019
116

AD Sanjoanense empata ...

quarta , Nov. 20 2019
139

Braga trava Benfica

quarta , Nov. 20 2019
72

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
57612

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
25537

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
20347

Convocatória Seleção ...

domingo , Dez. 11 2016
1149

Portimão acolhe próximas ...

quarta , Mar. 07 2018
553

AP Lisboa- SL Benfica ...

quarta , Set. 25 2019
268

interioresinteriores

56830067 696662840765647 7278810861852950528 n

O HC Sintra impos uma derrota à equipa da Física, formação que sabia o quanto difícil seria jogar no recinto sintrense, mas esperaria, independentemente das dificuldades sair com os pontos que lhe permitissem manter uma pressão alta sobre o conjunto de Almeirim.
Mas não. Entrou “distraída” demasiada confiante e logo ao terceiro minuto acabaria por ver o Sintra inaugurar o marcador por Bernardo Maria.
Respondeu logo, mas o guardião da casa anulou a hipótese de empate à Fisica na marcação de uma GP.
Seria André Gaspar a empatar a partida aos 12 minutos, teve hipótese de ganhar vantagem pela primeira vez no marcador mais uma vez o guarda redes da casa a defender uma GP, desta feita apontada por Fábio Gambão. Seria mesmo o HC Sintra a ir para o intervalo a vencer por 2-1 com Bernardo Maria (de LD) a fazer o 2-1.
Uma primeira parte onde a Física foi superior mas encontrou um Sintra prático e pragmático nas suas ações tanto defensivas como ofensivas.
Uma segunda parte onde a formação de Torres Vedras mandou, em muito speríodos no jogo, mas não teve a força e em particular o engenho de conseguir dar a volta ao “texto”. João Lima empatou aos 5 minutos, e a partir daí foi quase sempre mais Física aquilo que se viu, teve mais uma vez oportunidade de chegar ao 2-3, mas Nuno Teixeira o guardião da casa negou o LD que a Física dispusera após um Azul mostrado a Paulo Dias. Encontrou então pela frente um conjunto que se fechou, procurou sair em contra ataque de forma a surpreender o ultimo reduto contrário, o que acabaria mesmo por acontecer com Diogo Coutinho a fazer o 3-2.
Triunfo da equipa que optou pelo jogo útil, pragmático, deixou as despesas de jogo ao conjunto que chegava como favorita ao triunfo, mas certamente o desgaste do jogo a meio da semana frente ao FC Porto, para a ta de Portugal, tenha pesado nas pernas e mentalmente na cabeça da formação orientada por André Gil.
Com esta derrota a equipa de Torres Vedras vê o líder, HC “Os Tigres “mais longe (são 9 pontos a separar o agora terceiro do primeiro classificado, e viu ao mesmo tempo, o S Alenquer B, ultrapassa-la na classificação, com a equipa da Vila Presépio a ter mais um ponto).
O HC Sintra com esta vitória subiu ao oitavo lugar, somando agora 31 pontos.

Foto- Nuno de Sousa

Noticias Domingo