a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

3.ª D- Norte- Lavra não ...

quarta , Dez. 11 2019
11

3.ª D- Centro- Termas de ...

quarta , Dez. 11 2019
13

3.ª D- Sul- Marítimo ...

quarta , Dez. 11 2019
25

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
57738

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
25640

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
20413

Dário Alexandre reforça ...

sexta , Jun. 09 2017
1021

Pedro Nunes- “Ambição de ...

sexta , Jun. 16 2017
1117

3.ª Divisão Centro- ...

quinta , Out. 02 2014
2244

interioresinteriores

66693603 2816016091803013 227642749975789568 n

Uma grande crença portuguesa e um enorme Ângelo Girão colocaram a seleção de Portugal nas meias finais do Mundial após vencer a Itália nas grandes penalidades.
Num jogo onde andou sempre atrás do resultado, Portugal apanhou-se a perder logo aos 2' quando Federico Ambrosio fez o primeiro golo.
Aos 7' a Itália aumentou para 2-0 por Alessandro Verona, mas Portugal reagiu e antes do intervalo fez o empate com tentos de Jorge Silva aos 11' e de Gonçalo Alves de grande penalidade aos 24'.
No segundo tempo, a Itália a criar perigo em contra ataque voltou a adiantar-se no resultado por dois golos de diferença por Giulio Cocco aos 6' e por Andrea Malagoli aos 9'.
De novo em desvantagem, Portugal soube ter a serenidade e segurança necessária para voltar a empatar, desta vez a quatro bolas por João Rodrigues e Hélder Nunes.
Antes de chegar o prolongamento valeu a enorme exibição de Ângelo Girão que defendeu dois livres diretos, um deles a menos de trinta segundos do fim.
No tempo extra a Itália nos primeiro segundos a jogar com mais um elemento fez o 5-4 por Federico Ambrosio.
A seguir de novo em grande esteve Angelo Girão que voltou a estar intransponível ao defender dois livres diretos por azul a Rafa e pela décima falta de Portugal.
No segundo tempo do prolongamento foi a vez de Portugal chegar de novo ao empate, agora a cinco bolas por João Rodrigues, levando assim a decisão para as grandes penalidades.

Aqui Ângelo Girão voltou a mostrar a sua qualidade defendendo quatro grandes penalidades, cabendo aos seus colegas João Rodrigues e Hélder Nunes desfeitear o guarda redes italiano Leonardo Barozzi ( também com um grande jogo ) e garantir a presença nas meias finais onde irá defrontar a Espanha.
A outra meia final coloca a Argentina diante a França.

alojamento local