a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

CA Feira começa a ...

domingo , maio 24 2020
303

André Azevedo e João ...

domingo , maio 24 2020
69

Julian Tamborindegui é ...

domingo , maio 24 2020
249

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
58741

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
26605

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
21209

CN Sub13 Fase Final: CD ...

segunda , Jun. 27 2016
1586

Luís Sénica: "Tivemos ...

quinta , Jul. 14 2016
781

Pedro Nunes apontado ...

sexta , Fev. 15 2019
658

pluri unhas J

IMG 4464

A REFP apresentou esta terça feira Francesc Gil que será o novo diretor desportivo da RFEP, substituindo Quim Pauls.
Gil, que possui um currículo vasto e com grande experiência em gestão desportiva jogou hóquei durante 15 e foi internacional por Espanha. Para além disso trabalhou na MICSports, uma das empresas espanhollas mais importantes na gestão de eventos desportivos, organizando, entre outros, o MICFootball e a prestigiada Eurockey Cup, tendo também sido o diretor desportivo do hóquei em patins dos World Roller Games 2019, realizado em julho deste ano em Barcelona.

Um desafio emocionante
Profissionalmente e pessoalmente, trabalho no campo da gestão esportiva há anos e é um desafio empolgante que dá continuidade ao trabalho que realizo”, diz Francesc Gil, animado por fazer parte da “Federação em que participei. Estive ligado, primeiro como jogador e depois organizando competições diferentes. "

Após os World Roller Games 2019, onde Gil conseguiu aprofundar conhecimentos sobre as 11 modalidades que compõem a Federação, ele aceitou a proposta da RFEP de "continuar promovendo todas as disciplinas e ver como as mais recentes evoluem". "Será um prazer ajudar e fornecer as ferramentas necessárias a todos os comitês para que eles continuem a crescer", acrescenta.

Tóquio 2020
Em julho e agosto de 2020, Tóquio sediará os Jogos Olímpicos, onde a RFEP estará presente, pela primeira vez, no programa olímpico oficial com skate. Gil quer "colaborar com a Equipa Nacional e o Comitê" porque acredita que "é importante continuar cooperando com esta disciplina". "Isso também nos ajudará a seguir seus passos e tentar fazer novas especialidades fazer parte do evento olímpico", conclui.

Fonte/Foto- Federação de Espanha * www.fep.es

Terça Feira