a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

2.ª D- Sul- Candelária ...

terça , Dez. 10 2019
28

2.ª D- Sul- AD Oeiras de ...

terça , Dez. 10 2019
56

2.ª D- Norte- ...

terça , Dez. 10 2019
102

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
57730

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
25638

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
20411

Nelson Lourenço deixa HC ...

quinta , Jan. 10 2019
611

AP Minho lança 11ª ...

quinta , Jan. 28 2016
1101

2.ª Divisão- Sul – AE ...

terça , Jan. 31 2017
1180

interioresinteriores

59505999 2217406011672785 1650104011098947584 o

Este fim de semana, joga-se a segunda mão dos 16 Avos de final da Europe Cup com o OC Barcelos a viajar até Geneve, a Cidade mais portuguesa na Suíça.
O Óquei de Barcelos derrotou, há menos de um mês, no seu pavilhão o Genève RHC por 8-1, na primeira mão dos 16 avos de final da Taça WorldSkate de hóquei em patins. Com um pé na próxima fase, a equipa minhota deverá ter cuidado num piso pouco habitual em Portugal.
A grande ausência será Miguel Rocha, reforço vindo do SL Benfica, que lesionou-se há duas semanas frente ao Riba d'Ave. Entretanto, "Ziga" deixou o Valença para reforçar o OC Barcelos

Reforços de peso

O bom momento vivido pelo OC Barcelos deve-se em grande parte às excelentes contratações. Luís Querido regressou a Barcelos após uma passagem pelo Lodi (Itália). De Oeiras vieram dois craques argentinos que são Ezequiel Mena e Franco Ferruccio. Por seu lado, Miguel Rocha veio do SL Benfica onde tinha pouco tempo de jogo.

O Genève RHC quer premiar os seus adeptos

Este ano, o clube de Genebra festeja os seus 80 anos e procura partilhar um grande momento com os seus adeptos antes do final do ano. A formação suíça, invicta no campeonato suíço, deixou uma boa impressão em Barcelos apesar da derrota por 8-1. Esta época, a equipa reforçou-se com vários regressos. Jérôme Desponds e Federico Garcia Mendez, vice-campeões do Mundo em 2007 ao serviço da seleção helvética, trouxeram a experiência que faltava. Federico, de origem argentina, esteve suspenso dois anos por ter reagido mal a um árbitro em 2017. Flávio Silva também regressou a Genebra para se juntar ao compatriota Sebastian Silva (ex-internacional pela seleção portuguesa).

Fonte- www.portuguesesnasuica.com * Foto- Genève RHC

Sexta Feira