a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

AP Minho suspende provas ...

quarta , Set. 23 2020
319

Bola TV garante jogos de ...

quarta , Set. 23 2020
133

Conheça a equpa B do HC ...

segunda , Set. 21 2020
182

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
59439

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
27285

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
21704

Convocatória de Seniores ...

segunda , Abr. 03 2017
1959

OC Barcelos B faz a sua ...

sexta , Out. 03 2014
2585

Apresentação da AA ...

quarta , Set. 03 2014
2594

PP3

69381551 2440637272711610 2789852198173933568 n

O SC Marinhense recebeu no passado sábado a Académica de Espinho e venceu por 5-3, regressando desta forma às vitórias depois do desaire sofrido na deslocação a Valongo.
Jogo entre o líder e uma das formações que ocupa lugares cimeiros da classificação, mas a equipa vidreira a não facilitar e a manter a concorrência à distância, nesta luta pela subida.
Foi mesmo a formação forasteira a ganhar vantagem quando “Fred” Saraiva fez o 0-1 aos 9 minutos.
A equipa de Nuno Domingues não se acomodou e depois de “Nico” Carmona ter desperdiçado uma GP, Juan Fontan e David Costa conseguiriam a reviravolta no marcador ainda antes do intervalo.
“Fred” Saraiva logo ao início da etapa complementar voltou a marcar, fazendo à passagem do minuto 4 o empate a 2 bolas, mas o Marinhense respondeu à letra com David Costa e Angel Vera a colocarem o placard em 4-2 no minuto seguinte.
Fase de jogo aberto permitiu ao Espinho reduzir logo depois por Ricardo Ramos, que fez o 4-3 deixando a incerteza no desfecho da partida.
Sempre com sinal mais do Marinhense, Gonçalo Domingues desperdiça um LD aos 7 minutos e dois minutos depois Carlos Cantó, de GP faz o 5-3. Juan Fontán no minuto seguinte poderia ter aumentado o score mas Cláudio Bessa, o guardião forasteiro defendeu o LD correspondente à 10.ª falta do Espinho.
Até final várias oportunidades para o marcador se alterar mas tanto o guarda redes do Espinho, Cláudio Bessa como Marco Gaspar, o guardião vidreiro, foram determinantes ao defenderem algumas bolas paradas que determinaram o desfecho deste jogo.
Triunfo importante para a equipa da Marinha Grande que manteve a distância para os seus mais imediatos perseguidores e mantem assim o grande objectivo, o da subida, vivo, quando nos aproximamos do final da primeira volta do campeonato.
Após esta jornada o Marinhense lidera com 24 pontos, mais 3 que a AD Valongo “B”, e a AA Espinho manteve a 4.ª posição com 16 pontos.
Na próxima ronda o Marinhense desloca-se ao recinto do CH Carvalhos naquele que é um dos jogos mais importantes da 10.ª jornada e o Espinho jogará no seu reduto onde será anfitrião da Juventude Pacense.

Foto- Miguel Rodrigues

Terça Feira