a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Europeu de hóquei em ...

domingo , Mar. 29 2020
61

"Quando saí do FC Porto ...

domingo , Mar. 29 2020
140

OC Barcelos quer retomar ...

domingo , Mar. 29 2020
43

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
58436

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
26331

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
20956

Genève e Basel medem ...

quarta , Fev. 18 2015
1235

2.ª D- Biblioteca IR ...

segunda , Fev. 11 2019
393

1ª renovação da AD ...

quinta , Ago. 09 2018
616

interiorespluri unhas J

ocbihc

Uma vitória do OC Barcelos por 6-4 na primeira mão dos Quartos de Final deixa uma vantagem, embora não confortável, mas que permite ao conjunto minhoto encarar a segunda mão de forma mais confiante.
M jogo onde o Barcelos entrou a mandar e esse domínio acabou por ser materializado em golos.
Luís Querido inaugurou o placard aos 6 minutos na transformação de uma GP, Ezequiel Mena aumentou para 2-0 e “Alvarinho” aos 18 minutos fazia o 3-0, dando um colorido ao marcador que ia ao encontro do que se passava em rinque. O Igualada, reduziria já parto do intervalo para 3-1 com um tento de Sergi Plá.
Um inicio de segundo tempo com um Barcelos mais relaxado, foi o mote para o Igualada chegar ao empate num minuto. Aos sete minutos da etapa complementar Toni “Baliu” fez o 3-2 e no minuto seguinte o mesmo jogador, que já passou pelo FC Porto fez o empate.
O OC Barcelos arregaçou as mangas e voltou a pressionar o ultimo reduto dos catalães e “Tato” Ferruccio colocou novamente ea equipa minhota a vencerem quando ao 10 minutos fez o 4-3.
Motivada pelo golo e pelo apoio do público Ezequiel Mena aumentou para 5-3 aos 12 minutos e pouco depois “Tato” Ferruccio fazia o 6-3, para gáudio dos apoiantes da formação da casa que praticamente enchiam o Municipal de Barcelos.
Foi então tempo, por parte dos minhotos, de gerir a vantagem mas o balde de água fria aconteceu já no decorrer do minuto final com Jordi Mendez a reduzir para 6-4.
Um triunfo justíssimo da equipa de Paulo Pereira, que apenas peca pela vantagem de dois golos. Um jogo onde a formação do Barcelos dominou em muitos períodos, mas que acabou traída por alguma distração no seu setor defensivo e que acabou por pagar caro por isso.
Uma vantagem de dois golos, é o que o Barcelos leva na bagagem para o jogo da segunda mão a disputar-se a 14 de Março próximo.

1Domingo