a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Houve sorteio das Provas ...

domingo , Fev. 28 2021
13

Turquel e Sanjoanense ...

domingo , Fev. 28 2021
18

Ângelo Girão- “Estamos ...

sábado , Fev. 27 2021
69

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
60021

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
27955

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
22323

Tiago Losna é reforço do ...

quarta , Jul. 04 2018
1079

Resumo do Reus Deportiu ...

sábado , Nov. 18 2017
1022

AP Minho - Carlos Silva ...

sexta , Nov. 03 2017
942

2 Barbeiro Março

137060493 730740144514922 6644279262888867788 o

A segunda volta do campeonato nacional da primeira divisão começou com um derbi minhoto, onde o OC Barcelos recebeu o Famalicense AC, tendo o triunfo pertencido aos barcelenses por 9-7, um resultado que apenas foi confirmado nos últimos minutos.

O jogo começou com o Famalicense a adiantar-se no marcador no primeiro minuto por Gabi Silva que aproveitou uma desatenção de Dario Gimenez.

Segundos depois a equipa de Vitor Silva podia ter feito o segundo mas Joka Ferreira que foi titular na baliza do OC Barcelos defendeu o remate de Hugo Costa e Gabi Silva rematou ao poste.

A equipa de Barcelos acabou por chegar ao empate aos 6' em contra ataque por intermédio de Reinaldo Ventura e de seguida passou para a frente por Miguel Rocha.

O Famalicense respondeu trinta segundos depois por Pedro Silva, fazendo a igualdade a duas bolas.

Durou pouco o empate, com o OC Barcelos a fazer o 3-2 na marcação de um livre direto por Dario Gimenez e ainda dentro dos dez primeiros minutos o 4-2 por Miguel Rocha.

Antes do descanso, o Famalicense reduziu por Pedro Mendes ao obter o 5-3.

No segundo tempo, com as duas equipas a jogarem nitidamente para os golos, o Famalicense depois de Pedro Mendes ter falhado um livre direto por azul mostrado a Miguel Rocha. encurtou para 5-4 por Hugo Costa em igual lance.

Respondeu o OC Barcelos por Dario Gimenez colocando o marcador em dois golos de diferença, 6-4.

De sentido único e com fome de golos, o OC Barcelos ampliou por Miguel Rocha para 7-4, mas Pedro Mendes respondeu fazendo o 7-5 com quinze minutos jogados.

Volvidos dois minutos, Tomás Pereira viu de uma assentada dois cartões azuis, um por ter cometido falta e outro de seguida por protestos.

Da infração Hugo Costa permitiu a defesa de Joka Ferreira.

Logo a seguir Dario Gimenez viu também o cartão azul, tendo Hugo Costa reduzido para 7-6.

A jogar com menos um jogador o OC Barcelos sentiu a pressão do Famalicense, mas a grande oportunidade de golo foi da equipa da casa por Dario Gimenez que desperdiçou um livre direto aos 20' pela décima falta do Famalicense.

Na reposta aos 22', Hugo Costa conseguiu a igualdade a sete bolas, que durou poucos segundos, porque Miguel Rocha fez o 8-7.

O resultado final de 9-7, acabou por aparecer a 1'30 do fim por Dario Gimenez de livre direto após cartão azul exibido a Hugo Costa.

Um bom derbi minhoto, com o OC Barcelos a ser obrigado a impor-se perante um Famalicense bastante atrevido ofensivamente, como prova os sete golos apontados.

Perante este resultado o OC Barcelos é segundo classificado com trinta e dois pontos, a um do lider, o Sporting CP. Ambas as equipas estão com um jogo por realizar.

Quanto ao Famalicense, ocupa o nono lugar com quinze pontos e menos um jogo.

Na próxima ronda, o OC Barcelos joga em Turquel e o Famalicense recebe o FC Porto.

Foto: Pedro Gonçalves / Hóquei Minhoto