jogofcpocb

O FC Porto recebeu e vencer o Óquei de Barcelos, por 4-3, na primeira jornada do Nacional 2021/22

O Óquei de Barcelos perdeu com o FC Porto (4-3), no Dragão Arena, na primeira jornada do Campeonato Nacional de 2021/22. A vencer por 2-0 ao intervalo, a equipa minhota sofreu quatro golos depois do intervalo. No final, através de um comunicado, o clube que na passada semana venceu os portistas na final da Elite Cup criticou o trabalho da arbitragem. "Os protagonistas de qualquer jogo são, e assim devem continuar a ser, os jogadores. E não outros. Aos árbitros exige-se imparcialidade e retidão. Devem pugnar pela verdade desportiva. O que se passou hoje foi tudo menos isto. Foi vergonhoso!", pode ler-se.

Além das queixas dirigidas à arbitragem, o Óquei de Barcelos, no mesmo comunicado, refere que os seus adeptos não puderam entrar no Dragão Arena, apesar de munidos de bilhete. "É igualmente lamentável o que aconteceu com adeptos do OCB, que, já com bilhete adquirido, foram impedidos de apoiar nas bancadas a sua equipa".

Comunicado na íntegra

"A direção do Óquei de Barcelos expressa o mais profundo repúdio pelos acontecimentos desta tarde, no jogo entre FC Porto e OCB, a contar para a primeira jornada do Campeonato Nacional de Hóquei em Patins.
Os protagonistas de qualquer jogo são, e assim devem continuar a ser, os jogadores. E não outros. Aos árbitros exige-se imparcialidade e retidão. Devem pugnar pela verdade desportiva. O que se passou hoje foi tudo menos isto. Foi vergonhoso!
Foram exibidos cinco cartões azuis. Quatro deles para jogadores do OCB. A isto soma-se um número absolutamente desproporcional de faltas. Tudo somado, sete oportunidades de bola parada para o nosso adversário e largos minutos o OCB a jogar com menos um elemento.
Quem viu o jogo - felizmente foi transmitido e está gravado - não viu, certamente, um encontro agressivo. Queria ver hóquei em patins, protagonizado, repete-se, pelos jogadores de ambas as equipas.
O OCB é uma instituição com longa história no hóquei em patins e exige respeito!
Se esta é a modalidade rainha. Se jogamos no campeonato mais competitivo do mundo, exige-se elevação e profissionalismo de todos os intervenientes.
Apela-se a que a FPP esteja atenta e aja em conformidade.
Mas este não foi o único caso do jogo. É igualmente lamentável o que aconteceu com adeptos do OCB, que, já com bilhete adquirido, foram impedidos de apoiar nas bancadas a sua equipa.
Temos os melhores adeptos do mundo! Se esta era já uma evidência e uma certeza, o que se passou está tarde só o veio reforçar.
O OCB vai prosseguir o seu caminho, com objetivos bem definidos e travados.
Estamos a começar o Campeonato. Ainda se está a tempo para corrigir, esperando que aquilo que se passou não se repita. Mais uma vez, compete à FPP agir!
Esta direção vai estar atenta a vigilante.
Obrigada a todos os adeptos e simpatizantes do OCB. Contamos com todos vocês já no próximo sábado."

Fonte- Jornal “O Jogo” * Foto- Ivan Del Val/Global Imagens