a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

FC Alverca termina com ...

segunda , maio 23 2022
54

Tiago Almeida deve ...

segunda , maio 23 2022
31

Play- Off – Resumo do SC ...

segunda , maio 23 2022
18

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
61970

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
30699

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
24906

Diogo Neves lesiona-se ...

segunda , Jan. 22 2018
2306

Gonçalo Domingues ...

quinta , Jul. 31 2014
10519

Campeões da Europa e do ...

terça , Dez. 22 2015
1808

ventosaterapia

tomar porto templariu 2 gr 1

O SC Tomar impôs um empate a duas bolas ao FC Porto na partida referente à 12.ª jornada do Nacional da 1.º divisão, em jogo disputado no Municipal de Tomar, num jogo onde a intensidade da partida originou muitos azuis e a trabalho redobrado à dupla de arbitragem deste encontro.
A equipa azul e branca entrava como favorita, mas acabou por ver a formação nabantina a chegar ao intervalo a vencer por 2-0.
Uma primeira parte onde a eficácia leonina falaria mais alto, num período onde o FC Porto desperdiçou várias ocasiões claras de golo.
Ainda cedo, aos 4 minutos o FC porto dispôs de uma GP mas Gonçalo Alves desperdiçaria. Seria o SC Tomar a inaugurar o marcador aos 12 minutos, por Filipe Almeida após Caio ter desperdiçado um LD (por Azul mostrado a Malian).
Com as oportunidades a sucederem junto às duas balizas, foi o FC Porto a poder empatar, mas mais uma vez Veludo (o MVP deste jogo) a negar o golo aos dragões na sequência de um LD apontado por Gonçalo Alves (por Azul mostrado a “Rubinho”). Quem não falhou foi Tomás Moreira que aos 24 minutos elevou para 2-0 na marcação de um LD (azul mostrado a Telmo Pinto).
Os nabantinos iam para o descanso com sorriso largo, perante um FC Porto que só se poderia queixar de si mesmo pelo desperdício de oportunidades nestes primeiros 25 minutos.
Esperava-se um FC Porto intenso e mais acutilante e foi o que aconteceu na etapa complementar. Mais forte, a assumir o jogo e a empurrar em muitos momentos a formação leonina para o seu meio rinque. Se Veludo estivera bem no primeiro tempo, manteve ao seu registo neste período e ia anulando uma atrás de outra as oportunidades dos azuis para desespero destes.
E foi mesmo o SC Tomar a poder elevar o marcador mas desta feita Xavier Malian a defender o LD que Tomás Moreira dispôs e seria o FC Porto a reduzir aos 15 minutos por Gonçalo Alves.
O golo do empate surge dois minutos depois. Filipe Almeida vê Azul, e depois de Di Benedetto ter desperdiçado o LD correspondente é o inevitável Gonçalo Alves que faz o 2-2 numa fase onde o FC Porto jogava em superioridade numérica.
Um empate que se aceitava pela pressão da equipa de Ares, e até ao final do jogo foi sempre um Porto mais acutilante e mais pressionante que procurou sempre o golo que lhe daria o triunfo. Não aconteceu e a seis segundos do final do jogo, é mesmo o SC Tomar a poder marcar, mas “Rubinho” na marcação de um LD (após Azul a Telmo Pinto) permitiu a defesa Malian, que evitou assim males maiores para a formação azul e branca.
Um empate que se aceita, primeiro pela forma como a equipa tomarense defendeu, limitando, e muito, as ações atacantes dos portistas, em segundo, pela atitude e entrega do conjunto azul e branco, que tudo fez, na segunda metade, para vencer.
O FC Porto, após esta ronda, mantem a liderança agora com 31 pontos, com o SC Tomar a manter a 5.ª posição com 21 pontos somados após 12 jornadas.
Na próxima jornada o FC Porto recebe no Arena Dragão a Sanjoanense com o SC Tomar a viajar até ao Minho onde defrontará o OC Barcelos, jogo este a realizar-se na próxima quarta feira dia 15 de Dezembro.

Foto- Ricardo Rodrigues / www.hoqueipatins.pt 

1 Cabeleireiro