a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Protocolo do Sistema de ...

quinta , Ago. 11 2022
52

Calendário da Elite Cup ...

quinta , Ago. 11 2022
77

WSE Continental Cup será ...

quarta , Ago. 10 2022
59

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
62217

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
31085

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
25227

Pedro Gonçalves- Parede ...

quinta , Jan. 28 2016
3699

CN Sub13 Norte 2.ª Fase ...

quinta , Jun. 01 2017
1640

2.ª D- Sul- SC Tomar ...

segunda , maio 16 2016
1740

Curso Unhas de Gel Profissional 25h ed

274480279 371449264983657 3288224286531056619 n

A penúltima jornada da fase regular do campeonato nacional de hóquei em patins proporcionou dois momentos especiais a jovens azuis e brancos e outro aos adeptos. Já depois de o Dragão Arena aplaudir efusivamente o hat-trick de Carlo Di Benedetto, Vasco Pereira estreou-se a marcar pelos portistas e Miguel Henriques somou os primeiros minutos na equipa principal da Invicta. Tudo isto numa vitória confortável sobre o Tomar (7-3).

Se durante toda a fase regular, várias dezenas de vezes ouvimos falar de Gonçalo Alves e de Carlo Di Benedetto, o início do encontro frente ao Tomar deu-nos mais três razões para o fazermos. Logo ao quarto minuto, o 77 furou a defensiva nabantina e assistiu o 19 para o primeiro golo. 180 segundos após esse primeiro momento, a dupla voltou a estar em destaque pois, após uma primeira tentativa de Gonçalo defendida por Francisco Veludo, o colega francês voltou a fazer o gosto ao stick na recarga. Di Benedetto não haveria de ficar por aqui, confirmando o grande momento de forma que vive, e chegou ao hat-trick ao 18.º minuto de jogo, não tendo perdoado no frente a frente com o guarda-redes adversário. O Tomar ainda conseguiu contrair a tamanha eficácia portista, com Caio a reduzir para 3-1 (19m), mas Xavi Barroso ainda havia de desmarcar Mena para este ultrapassar o guardião oponente e fixar o 4-1 no placar ao intervalo.

O regresso para a etapa complementar foi de grande personalidade por parte da equipa forasteira que, após Gonçalo Alves não ter conseguido converter uma grande penalidade, reduziu para 4-2 por Pedro Martins. Ainda assim, seria muito incomum se o melhor marcador do campeonato não colocasse o seu nome na lista de goleadores do jogo, pelo que Gonçalo Alves, no livre direto derivado da décima falta do Tomar, bateu Francisco Veludo e celebrou como tantas vezes o faz (31m). Mena, que já tinha estado em evidência na primeira parte, teve outro momento de inspiração e concretizou uma jogada individual de grande nível para fazer o 6-2 e o seu bis no embate (34m). Houve ainda tempo para Vasco Pereira, jovem que recentemente se estreou pela equipa principal dos Dragões, marcar o primeiro golo pelos Dragões (42m), para Miguel Henriques fazer a estreia absoluta pelos azuis e brancos e para o Tomar reduzir para o 7-3 final por Tomás Moreira (47m).

Fonte/Foto- FC Porto

Massagem Geotermal