a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Portugal vence França e ...

sábado , Set. 24 2022
18

Ricardo Ares- “Éramos ...

sábado , Set. 24 2022
7

Triunfo difícil mas ...

sábado , Set. 24 2022
13

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
62377

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
31267

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
25368

Camp. Nac. Fem: Stuart ...

domingo , Mar. 19 2017
1621

Pedro Costa renova pelo ...

quarta , Ago. 26 2015
1574

Física recebe Sporting ...

segunda , Set. 07 2015
1748

Nail Art Nível I 19 Setembro

286668334 447969050665011 7689588380645966380 n

O Dragão Arena recebe o Jogo 1 da final do Playoff do campeonato, entre FC Porto e Benfica (quinta-feira, 15h00)
É já esta quinta-feira (15h00, FC Porto TV/Porto Canal), no Dragão Arena, que arranca a grande final do Play-off do Campeonato Nacional de hóquei em patins, disputada à melhor de cinco de jogos. Na projeção do primeiro clássico da eliminatória, Rafa não tem dúvidas de que “o equilíbrio será a nota dominante” e que “tudo pode acontecer”, mas nunca é demais relembrar que o fator casa pertence os azuis e brancos face ao triunfo na fase regular do campeonato. “Nos jogos em casa, espero que o Dragão Arena esteja cheio, mas é habitual neste tipo de jogos. Espero que os adeptos nos empurrem para as vitórias porque precisamos deles”, apelou o 9 portista.

Uma equipa confiante e focada
“Sinto a equipa muito bem, mas não podia ser de outra maneira. Desde o início da época que esperávamos chegar a esta altura como estamos, acabando a fase regular em primeiro e estando ainda sem derrotas no Play-off. O objetivo era estar na final, independentemente de ganharmos 3-0 ou 3-2 nas meias-finais. Estamos numa boa fase, vimos somando vitórias e isso também traz confiança. Sabendo que temos o fator casa a nosso favor nesta final, só podemos estar confiantes. No entanto, sabemos que, quando a final começar, isso vai valer de pouco. A prova disso é que o Benfica está na final sem ter tido o fator casa a favor nas meias-finais. Esperamos jogos muito equilibrados, mas queremos dar continuidade ao que temos vindo a fazer desde o início da época. Se tiver que ser em três ou em quatro, será. Se tiver que ser em cinco jogos, que seja. O que interessa é levantar a taça no final do campeonato.”

Benfica na final depois de eliminar o Sporting
“Numa altura destas, já nada nos surpreende. Todas as equipas que chegaram às meias-finais tinham capacidade para estar aqui. Apesar de termos vencido o Óquei de Barcelos por 3-0, isso não espelha a diferença entre as duas equipas. Muita gente esperava que fosse o Sporting, por ter o fator casa a favor e por ter sido mais regular na fase regular, mas o desporto é mesmo assim. Nesta altura os jogos são tão equilibrados que é difícil fazer previsões. Seja qual for o adversário, o que interessa é que o FC Porto está nesta final e temos é de nos preocupar connosco. Agora é o Benfica e encaramos o Benfica com o objetivo de ganhar esta final.”

Dragão Arena pode fazer a diferença
“Nos jogos em casa, espero que o Dragão Arena esteja cheio, mas é habitual neste tipo de jogos. Espero que os adeptos nos empurrem para as vitórias porque precisamos deles. Que sejam grandes espetáculos de hóquei em patins, mas se não forem, que o FC Porto ganhe. Não quero que aconteçam coisas como as que aconteceram na outra meia-final, que não trazem nada de bom à modalidade. Acima de tudo, que o FC Porto ganhe, sendo ou não bons espetáculos. Queremos é ganhar o campeonato.”

FC Porto favorito?
“Temos a vantagem de jogar o jogo decisivo no Dragão Arena, caso seja necessário. Se calhar este ano esse fator é mais importante do que era no ano passado, pois ainda não havia público. Como já apelei para que encham o Dragão Arena, é sempre uma motivação para nós jogar com o pavilhão cheio. Pode ser uma vantagem para nós, mas nesta altura da época, depois de tantos meses de trabalho, a adrenalina de uma final deixa o cansaço para trás. Antes de pensar num possível quinto jogo, há três ou quatro antes e o equilíbrio será a nota dominante. Tudo pode acontecer.”

Fonte/Foto- FC Porto

massagem geotermal