a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Protocolo do Sistema de ...

Quinta-feira , Ago 11 2022
3

Calendário da Elite Cup ...

Quinta-feira , Ago 11 2022
1

WSE Continental Cup será ...

Quarta-feira , Ago 10 2022
39

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
62204

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
31072

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
25213

CN- 1.ª Divisão- ...

Sexta-feira , Mai 15 2015
1806

Saint-Omer faz o “tri” ...

Segunda-feira , Set 27 2021
421

Raul Alves é o convidado ...

Sexta-feira , Mar 05 2021
736

Curso Unhas de Gel Profissional 25h ed

goncalo alves vs spoting 180317

FC Porto – Sporting Cp 8-3

FC Porto Fidelidade goleou o Sporting (8-3) e segue para os oitavos de final da Taça de Portugal
O clube detentor da Taça de Portugal começou da melhor forma a defesa do troféu conquistado em junho do ano passado ao Benfica​. Foi com uma vitória incontestável sobre o Sporting por 8-3, na tarde deste sábado, no Dragão, que o FC Porto Fidelidade garantiu o apuramento para os oitavos de final da competição, depois de 50 minutos de jogo em que foi quase sempre superior e em que teve em Hélder Nunes e Gonçalo Alves as suas figuras maiores - ambos marcaram três golos cada um, sendo que Vítor Hugo e Rafa apontaram os restantes.
Neste segundo clássico da temporada entre as duas equipas depois do empate a três, em Lisboa, na primeira volta do Campeonato, entraram melhor os portistas que, mais personalizados e dominadores, fizeram refletir bem cedo essa superioridade no marcador. Ao fim de cinco minutos já venciam por dois golos de diferença, ambos com a assinatura de Hélder Nune: o primeiro num livre direto executado de forma superior e o segundo num remate rasteiro que surpreendeu o guarda-redes lisboeta. Começava aí um duelo particular entre os dois e em que o capitão portista começou por levar a melhor, já que ao minuto 16, o capitão portista bateu Ângelo Girão pela terceira vez no encontro na sequência de um livre direto convertido, mais uma vez, com a classe que só está ao alcance os melhores.
Estava bem melhor o FC Porto nesta altura, intenso, pressionante a ganhar muitas bolas nas zonas adiantadas, o que fez o Sporting experimentar algumas dificuldades iniciais. O seu treinador, Paulo Freitas que aqui se estreava no banco, percebeu isso, pediu um desconto de tempo e alterou a estratégia, o que acabou por dar algum equilíbrio ao jogo. E foi nessa altura que Sergi Miras, através de uma grande penalidade, reduziu a desvantagem lisboeta para 3-1. Era esse o resultado que se verificava ao intervalo, mas que poderia ser mais dilatado, uma vez que os Dragões dispuseram de duas excelentes ocasiões para aumentar a contagem.
Na segunda parte, a primeira oportunidade de perigo pertenceu ao Sporting, num livre direto que Pedro Gil não foi capaz de ultrapassar Nélson Filipe, mas foram os portistas a chegar ao quarto golo que teve a assinatura de Rafa, na conclusão de uma bela jogada de Reinaldo Garcia. A resposta dos lisboetas não demorou: Caio reduziu para 4-2 e Pedro Gil, logo a seguir, voltou a ver o guardião portista a negar-lhe o golo, por duas vezes, num livre direto.
Não marcaram os leões, marcaram os Dragões a dobrar: Vítor Hugo foi o autor do quinto golo e depois foi Gonçalo Alves a converter uma grande penalidade que deu aos anfitriões uma confortável vantagem de quatro golos quando estavam decorridos 41 minutos de jogo. A vitória portista prenunciava-se o tempo que restava para o último soar da buzina serviu apenas para dar outro volume ao resultado: Sergi Miras, de penalti, apontou o terceiro do Sporting, antes de Gonçalo Alves imitar Hélder Nunes e chegar ao hat trick na partida em apenas dois minutos: primeiro na sequência de uma transição rápida desenhada por Telmo Pinto, depois na conversão de uma grande penalidade.

FICHA DE JOGO

FC PORTO -SPORTING, 8-3
Taça de Portugal, 16 avos de final

Árbitros-Paulo Rainha e Júlio Teixeira (Minho)

FC PORTO - Nelson Filipe (g.r.), Hélder Nunes, Reinaldo Garcia, Gonçalo Alves e Rafa
Jogaram ainda: Telmo Pinto, Jorge Silva, Vítor Hugo e Ton Baliu
Treinador: Guillem Cabestany

SPORTING- André Girão (g.r.); Esteban Ábalos, Pedro Gil, João Pinto (cap.) e Caio
Jogaram ainda: Daniel Oliveira, André Centeno e Sergi Miras
Treinador: Paulo Freitas

Ao intervalo:3-1
Marcadores: Hélder Nunes (4m, 5m, 18m), Sergi Miras (19m e 46m), Rafa (33m), Caio (35m), Vítor Hugo (36m), Gonçalo Alves (41m, 49m, 50m)

Disciplina: cartão azul a Esteban Abalos (3m), Daniel Oliveira (16m), Ferran Font (46m) e Rafa (46m)

Fonte / Foto – www.fcporto.pt

workshops para rodapé Noticias AutoManicura